ESTÁGIOS FENOLÓGICOS ASSOCIADOS AO CONTROLE QUÍMICO NO MANEJO DE SPERMACOCEA DENSIFLORA ORIGINADA DE SEMENTES E REBROTA

Cauê Costa Lima, Rafael Pires da Silva, Ana Victoria Jeronimo, Patricia Andrea Monquero, Andreia Cristina Silva Hirata

Resumo


A seleção da espécie Spermacoceae densiflora tem sido verificada em áreas com o uso contínuo do herbicida glifosato. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de herbicidas isolados ou associados ao glifosato aplicados em pós-emergência no controle de S. densiflora em plantas oriundas de sementes e de rebrota, em diferentes estádios fenológicos. Em ambos os casos, utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com 5 repetições, em esquema fatorial 2 x 17 + 1, sendo dois estádios fenológicos da planta daninha (4 e 8 folhas totalmente expandidas) e 16 tipos de controle químico mais a testemunha sem herbicida. Os tratamentos químicos foram: glifosato (1.440 g i.a ha-1), glufosinato de amônio (500 g i.a ha-1), 2,4-D (1.000 g i.a ha-1), chlorimuron-ethyl (20 g i.a ha-1), carfentrazone-ethyl (920 g i.a ha-1), flumioxazin (50 g i.a ha-1), s-metolachlor (960 g i.a ha-1), imazethapyr (100 g i.a ha-1), saflufenacil (50 g i.a ha-1) e a associação de glifosato com estes herbicidas, exceto com glufosinato. No segundo ensaio, plantas de S. densiflora foram cortadas rente ao solo e as plantas oriundas dos rebrotes com diferentes estádios fenológicos (4 e 8 folhas) foram submetidos aos respectivos tratamentos químicos do ensaio 1. No estádio inicial de aplicação destacaram-se os tratamentos glufosinato de amônio, flumioxazin, glifosato + chlorimuron, glifosato + flumioxazin e glifosato + saflufenacil, com controle acima de 96,00%. Para as aplicações mais tardias, os respectivos tratamentos mantiveram elevado controle (acima de 88,00%) excetuando-se glifosato + chlorimuron com 48% de controle. Para plantas oriundas de rebrote todos os tratamentos avaliados não foram eficazes no controle da espécie.


Palavras-chave


Tolerância; Herbicidas alternativos; Desenvolvimento

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7824/rbh.v18i3.686

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UFERSAUFVJMUFFSEmbrapa
SBCPDHRAC-BRNAPD-UEMUniRV



Revista Brasileira de Herbicidas
ISSN (Online) 2236-1065
ISSN (IMPRESSO de 2000 a 2005) 1517-9443

Complexo Empresarial Oscar Fuganti
Rua Santa Catarina, 50 - 13º andar - sala 1302
Londrina - Paraná
CEP: 86010-470
Email: contato@rbherbicidas.com.br
TEL: (43) 3344-3364
Segunda à Sexta — 12:00 às 18:0