EFICÁCIA DO AMICARBAZONE E FLUMIOXAZIM NO CONTROLE DE MERREMIA AEGYPITIA, MUCUNA ATERRIMA E RICINUS COMMUNIS NO SISTEMA DE CANA CRUA

Jaeder Henrique da Silva Ferreira, Alex de Sá Oliveira, Deigue Garcia Duarte, Fabiano Junqueira de Almeida, Jailson da Silva Paes, Clarissa Hamaio Okino-Delgado

Resumo


A presença de plantas daninhas pode afetar a cultura da cana-de-açúcar, principalmente no início de seu desenvolvimento. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia dos herbicidas amicarbazone e flumioxazim aplicados em pré-emergência das espécies Merremia aegypitia, Mucuna aterrima e Ricinus communis, consideradas de difícil controle no sistema de cana crua. O estudo foi conduzido em condições de campo, em solo de textura arenosa coberto por 10 t. ha-1 de palha de cana-de-açúcar. Para isso, o experimento foi realizado em quadruplicata delineados em blocos casualizados. Foram utilizadas sementes das plantas daninhas certificadas, na densidade de 10 plantas m-2, os herbicidas amicarbazone (1400 g. ha-1 i.a.) e flumioxazim (250 g.ha-1 i.a.) foram aplicados em equipamento pulverizador costal pressurizado com CO2. Foram realizadas avaliações de % de controle e fitotoxicidade aos 7, 14, 23, 28 e 35 DAA. A biomassa da parte aérea das plantas daninhas aos 35 DAA também foi avaliada. Nas condições estudadas, o herbicida amicarbazone apresentou resultados superiores em relação aos demais tratamentos, com elevada porcentagem de controle para as três espécies estudadas (acima de 84,28% de controle), para as espécies R. communis e M. aegypitia não houve diferença significativa nos tratamentos com e sem palha, já para a M. aterrima o tratamento com amicarbazone mostrou-se mais eficaz sem a palha (97,14% de controle) em relação ao tratamento com palha (84,28% de controle). Já o herbicida flumioxazim, aplicado em condições similares, apresentou elevada porcentagem de controle apenas para M. aegyptia (100% de controle), para a qual, a presença de palha não alterou sua ação.


Palavras-chave


herbicida pré-emergente, planta daninha, Saccharum

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7824/rbh.v19i3.701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UFERSAUFVJMUFFSEmbrapa
SBCPDHRAC-BRNAPD-UEMUniRV



Revista Brasileira de Herbicidas
ISSN (Online) 2236-1065
ISSN (IMPRESSO de 2000 a 2005) 1517-9443

Complexo Empresarial Oscar Fuganti
Rua Santa Catarina, 50 - 13º andar - sala 1302
Londrina - Paraná
CEP: 86010-470
Email: contato@rbherbicidas.com.br
TEL: (43) 3344-3364
Segunda à Sexta — 12:00 às 18:0